Este ano, os tradicionais votos de Boas Festas que dirijo à nossa Diáspora na Alemanha são, também, uma mensagem de despedida, já que se aproxima o término da minha missão como Embaixador de Portugal.

Por essa razão, as primeiras palavras são de agradecimento, profundo e sentido, pela forma como fui acolhido por todos vós quando aqui cheguei, em finais de Setembro de 2015, e por todas as manifestações de simpatia que se seguiram, ao longo destes mais de quatro anos, durante os quais trabalhei para a promoção dos interesses de Portugal.

Foi, na realidade, um período tão fascinante quanto enriquecedor, tão exigente quanto recompensador, tão preenchido quanto estimulante. E, olhando para o tempo passado, recolho um sentimento de progresso e de afirmação de Portugal na Alemanha. Esse percurso, que percorremos em conjunto, foi uma experiência única que constituirá, sem sombra de dúvida, um dos momentos mais gratificantes da minha carreira como diplomata.

Muitas vezes é afirmado, mas nunca de mais repetido, que os êxitos alcançados nunca são fruto de uma só pessoa. Por essa razão, também quero aqui deixar registado, o meu profundo reconhecimento pelo apoio, importante e indispensável, que sempre recebi de todos quantos comigo trabalham – ou trabalharam - na Embaixada e nos Postos Consulares.

Àquele reconhecimento deverei acrescentar, ainda, um outro, não menos relevante, dirigido às autoridades alemãs, quer federais, quer estaduais, quer locais. Sempre recebi de todos os interlocutores manifestações genuínas de simpatia e de apoio, gestos esses que não poderão ser dissociados da imagem muito positiva da nossa Comunidade aqui radicada.

Com o início de um novo ano também começa um novo ciclo. Há poucas semanas tomou posse o XXII Governo português e estamos num período particularmente intenso da preparação da próxima presidência portuguesa da União Europeia - que se seguirá à da Alemanha. Será, assim, mais uma oportunidade de dar a conhecer Portugal neste país, de estreitar laços a vários níveis, desde o político, ao económico, passando pelo social, não esquecendo o ensino, valorizando a riqueza do cultural e promovendo Portugal como destino turístico de eleição.

Para cumprir todos esses objetivos precisamos de continuar a contar com o empenho da Comunidade e das respetivas estruturas representativas e associativas. Sei que responderão presente – como sempre o fizeram.

Termino fazendo votos de um Santo Natal para todos vós, para as vossas famílias e para os vossos amigos, acrescentando os desejos que o Ano Novo que se aproxima seja repleto de saúde e felicidade; que o seja, também, de sucesso na afirmação de Portugal na Alemanha.

Bem hajam e até sempre.

João Mira Gomes

Embaixador de Portugal

  • Partilhe