Embaixada de Portugal na Alemanha

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Viver e Trabalhar na Alemanha

Se está a pensar procurar emprego na Alemanha, aqui encontra informações úteis (para aceder através dos links deverá clicar sobre eles ou copiá-los e inserir no browser).

Entrada e residência

Os cidadãos portugueses não necessitam de visto para entrar na Alemanha. Basta-lhes ter na sua posse o bilhete de identidade ou cartão de cidadão válido. Como cidadãos da União Europeia gozam do direito de livre circulação, isto é, têm o direito de procurar emprego e trabalhar sem necessidade de autorização de trabalho; têm também o direito a condições iguais às dos nacionais  no acesso ao emprego, formação e formação contínua, sindicatos, habitação, benefícios sociais e fiscais e iguais condições de trabalho. Têm ainda o direito de aí viver e permanecer após terminado o contrato de trabalho.

 Para se fixarem como residentes (estadia por mais de três meses) devem cumprir as condições estabelecidas na DIRECTIVA 2004/38/CE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 29 de Abril de 2004 relativa ao direito de livre circulação e residência dos cidadãos da União e dos membros das suas famílias no território dos Estados-Membros  (vide http://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/PDF/?uri=CELEX:32004L0038R(01)&from=PT )que são essencialmente:

  1. a) Exercer uma actividade por conta de outrém ou por conta própria na Alemanha; ou
  2. b) Dispor de recursos suficientes para si próprio e para os membros da sua família e de uma cobertura extensa de seguro de doença válido na Alemanha; ou
  3. c) Estar inscrito num estabelecimento de ensino público ou privado ou estágio administrativo, com o objectivo principal de frequentar um curso, inclusive de formação profissional, e dispor de uma cobertura extensa de seguro de doença válido na Alemanha,  e  garantir à autoridade nacional competente, por meio de declaração ou outros meios à sua escolha, que dispõe de recursos financeiros suficientes para si próprio e para os membros da sua família;   ou
  4. d) Ser membro da família que acompanha ou se reúne a um cidadão da União que preencha as condições a que se referem as alíneas a), b) ou c).

(Relativamente ao seguro de saúde referido em b) e c): para que um seguro de saúde estrangeiro seja válido na Alemanha, deverá estar registado e autorizado noutro Estado-membro da União Europeia e cobrir os custos de tratamentos médicos previstos em ambulatório e de internamento pelo menos no valor de 5.000 euros por ano).

Registo da residência – Quem se pretender fixar como residente deve proceder ao registo da residência no prazo de 1 a 2 semanas após no Bürgeramt ou Rathaus local. Para este efeito é necessário apresentar o documento de identificação e entregar o formulário “Anmeldung” devidamente prenchido, bem como uma confirmação escrita do senhorio ou pessoa que dá alojamento  (“Wohnungsgeberbestätigung”). Atenção: se o nome do interessado não puder constar na tabuleta da campainha ou da caixa do correio, no formulário de registo da residência deverá indicar “c/o” ou “bei” e o nome da pessoa em casa de quem se encontra.

Deve também comunicar-se qualquer mudança de residência (Ummeldung). Ao abandonar a Alemanha definitivamente deverá cancelar-se o registo da residência (“Abmeldung”).

Número de identificação fiscal: ao efetuar o registo de residência, a morada é geralmente comunicada ao Departamento Central de Impostos (Bundeszentralamt für Steuernhttp://www.bzst.de/EN/Steuern_National/Steueridentifikationsnummer/steuerid_node.html), que o envia o Steueridentifikationsnummer por correio para a morada registada.

Sobre os impostos deduzidos do salário e a declaração de impostos na Alemanha consulte os artigos publicados a este respeito nos Boletins Informativos da Embaixada de Portugal de Abril e Maio de 2017.

Para obter informações de caráter geral sobre a vida na Alemanha pode consultar o Portal conjunto dos Ministérios Federais da Economia  e do Trabalho  e da Agência Federal do Trabalho:

- http://www.make-it-in-germany.com/en/for-qualified-professionals/living

- http://www.make-it-in-germany.com/en/for-qualified-professionals/working/guide

- Serviço para a Igualdade de Tratamento dos Trabalhadores da UE (Gleichbehandlungsstelle EU-Arbeitnehmer)  https://www.eu-gleichbehandlungsstelle.de (veja: English > FAQ)

 Aprender Alemão

Saber alemão, no mínimo ao nível B1, é essencial para ter acesso a empregos de certa qualidade e melhor remuneração. Além dos cursos em escolas de línguas, pagos na totalidade pelos interessados, os cidadãos portugueses podem, eventualmente, ter acesso aos chamados “cursos de integração” a custos reduzidos, mediante requerimento, disponível nas escolas de línguas, na Volkshochschule da localidade e no Departamento Federal para Migração e Refugiados (Bundesamt für Migration und Flüchtlinge (BAMF).

Consulte o folheto informativo do BAMF em português aqui: http://www.bamf.de/SharedDocs/Anlagen/DE/Downloads/Infothek/Integrationskurse/Kursteilnehmer/Merkblaetter/630-009_merkblatt-zum-antrag-auf-zulassung_portugiesisch.pdf?__blob=publicationFile

Também existem portais onde é possível aprender alemão online gratuitamente, por exemplo:

Ich will Deutsch lernen: https://www.iwdl.de/cms/en/lernen/start.html

Deutsche Welle: http://www.dw.com/pt-002/aprender-alem%C3%A3o/s-32748


Procurar emprego

Portal EURES

www.eures.europa.eu > Candidato a emprego > Procurar emprego > país Alemanha > selecionar nível de ensino / profissão ou palavras-chave relevantes

Dicas e conselhos para recém-graduados:

https://ec.europa.eu/eures/public/pt/hints-and-tips-js

Informações e empregos para licenciados:

https://ec.europa.eu/eures/public/pt/links/-/links-display/orgTypeId/1

Rede EURES Portugal

Consulte www.iefp.pt/eures >Destaques: Alemanha

www.facebook.com/eures.pt (atividades de informação e recrutamento)

Para informações e aconselhamento a partir de Portugal pode colocar as suas questões específicas:

- por e-mail: eures@iefp.pt

- através do serviço “chat”, todas as  todas as 6ªs feiras, das 10h00 às 13h00 (ver como aceder em   

  www.iefp.pt/eures)

Portal do IEFP

Consulte as ofertas de emprego para a Alemanha referenciadas, por intermédio da rede EURES, para divulgação específica em Portugal:

https://www.iefp.pt/en/ofertas-emprego > Pesquisa Avançada > Ofertas para fora de Portugal > zona de mobilidade EURES – UE/EEE > país Alemanha

Apoios à mobilidade

Tem uma proposta concreta de entrevista ou de emprego na Alemanha? Necessita de um apoio financeiro para:

  • participação em entrevista
  • formação em língua
  • reconhecimento de qualificações profissionais
  • mudança para a Alemanha (para iniciar contrato de trabalho)?

Mais informação em: www.iefp.pt/eures > YFEJ  e também  > Reactivate

Para mais esclarecimentos, envie e-mail para yfej@iefp.pt

Portal do serviço de emprego alemão “Arbeitsagentur”

https://www.arbeitsagentur.de/en

Bolsa de empregos (pode modificar a língua da página em “Sprache” e ativar clicando em “Ändern”. Pode pesquisar por área de trabalho e cidade).

https://jobboerse.arbeitsagentur.de/

Guia do utilizador em português:

https://www3.arbeitsagentur.de/web/wcm/idc/groups/public/documents/webdatei/mdaw/mta1/~edisp/l6019022dstbai433332.pdf

Sites de emprego alemães

www.monster.de

www.stepstone.de

http://de.indeed.com

https://www.stellenanzeigen.de/jobsuche/

www.kimeta.de

Em Berlim: www.jobpoint-berlin.de

http://jobpoint-berlin.de/jobboerse-sonstiges.html

Conselhos para “Freelancer” em Berlim: Einheitlicher Ansprechpartnerwww.berlin.de/ea

Conselhos para elaborar o seu CV

Portal Europass: europass.cedefop.europa.eu/pt/home

Centro Nacional Europass: www.europass.pt

Condições de trabalho

O salário mínimo geral é de 8,84 euros/hora (em 2017), havendo algumas exceções. Os salários estabelecidos por contrato coletivo superiores a 8,84 euros/hora prevalecem sobre o salário mínimo geral.

A este respeito pode consultar:

- Contratos coletivos com validade geral obrigatória

Ministério Federal do Trabalho - http://www.bmas.de/EN (veja temas no fundo da página)

- Salários mínimos de acordo com a lei do destacamento de trabalhadores:

Alfândega alemã - http://www.zoll.de/EN (consulte: Private individuals  > work > minimum conditions of employment  > Minimum pay pursuant to the AentG > Scope of application of the Minimum Wage Act > Overview of sector-specific minimum wages)

- Regime laboral, condições de trabalho, direitos e obrigações do trabalhador na Alemanha consulte (detalhes em inglês, francês e espanhol):

Ministérios Federais da Economia  / do Trabalho/ Agência Federal do Trabalho –

http://www.make-it-in-germany.pt/  

Departamento Federal para Migração e Refugiados - http://www.bamf.de/EN

Confederação dos sindicatos alemães - http://es.dgb.de/sindicatos

Se considerar que enquanto cidadão europeu ou empresa europeia enfrenta obstáculos suplementares decorrentes do não respeito da legislação europeia por parte de uma entidade pública...

... o SOLVIT pode ajudá-lo: http://ec.europa.eu/solvit/index_pt.htm

Aviso legal: Estas informações gerais constituem uma súmula de informação oficial de instituições e organismos alemães, portugueses e comunitários, recomendando-se o aprofundamento das mesmas através da pesquisa dos links e páginas acima referenciadas.

Embaixada de Portugal em Berlim, Setembro de 2017